Ações locatícias em queda na capital paulista

Ações locatícias em queda na capital paulista

Dados estatísticos do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, obtidos pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), mostram que foram protocoladas 836 ações locatícias em janeiro na capital paulista. Isso representa uma queda de 18,5% em relação ao mês de dezembro, quando foram registradas 1.026 ocorrências. Na comparação com janeiro de 2015 (1.382 ações), a retração foi ainda mais significativa, de 39,5%. "À primeira vista, poderíamos comemorar a queda das ações, como se representasse uma melhoria econômica. Mas é o oposto: acredito que essa retração seja um retrato fiel de uma economia que está em ponto morto. Portanto, o melhor é insistir na negociação, em vez de recorrer à Justiça", afirma Jaques Bushatsky, diretor de Legislação do Inquilinato do Secovi-SP. 
Em janeiro, as ações por falta de pagamento de aluguel, com 715 processos, foram responsáveis por 85,5% do total. As renovatórias ficaram na segunda posição, com 57 ações e fatia de 6,8%. As ações ordinárias/despejo e as consignatórias participaram, respectivamente, com 56 (6,7%) e 8 (1%) processos.

Fonte: obra24horas
 

Notícias Relacionadas

Como recuperar obras com problema estrutural?

 

Os síndicos de condomínios ou proprietários de casas,...

Ler mais >>
Critérios para escolha do sistema de estruturas de concreto armado

A escolha de equipamentos deve se basear em critérios...

Ler mais >>
Cenário está mais otimista para a construção, diz CNI

 

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que...

Ler mais >>