Alta de crédito para imóvel usado anima setor de construção civil, diz entidade.

Alta de crédito para imóvel usado anima setor de construção civil, diz entidade.

O aumento de 50% para 70% do limite financiado de um imóvel usado pela Caixa melhorou um pouco o humor de empresários da construção, segundo a Abramat (entidade do setor de material para obras).

A mudança nas regras do banco estatal veio menos de um ano após ter reduzido a parcela devido à escassez de crédito via recursos da caderneta de poupança.
Neste mês, 20% dos empresários se dizem otimistas com ações do governo para o setor que possam ocorrer nos próximos 12 meses, segundo levamento da Abramat.
Um mês antes, não havia empresários confiantes entre os associados à entidade, que reúne cerca de 70% do setor.
"O segmento da construção é o que reage mais rapidamente a sinais positivos ou negativos na economia", avalia Walter Cover, presidente da Abramat. "Apesar de contida, a mudança no crédito vira uma luz no fim do túnel."
Facilitar a compra de usados estimula reformas e trocas de imóvel, o que ajudaria o setor a reagir, lembra Cover.
"Também temos levado ao governo propostas que podem ajudar a animar a construção sem pressionar a questão fiscal, como programas para estimular a compra de equipamentos que economizam água e energia elétrica."
A entidade pleiteia ainda maior incentivo às vendas de materiais de construção ao exterior, por meio do Reintegra, programa que devolve aos exportadores parte de seus custos.
Fonte: Folha de S.Paulo

Notícias Relacionadas

Como recuperar obras com problema estrutural?

 

Os síndicos de condomínios ou proprietários de casas,...

Ler mais >>
Critérios para escolha do sistema de estruturas de concreto armado

A escolha de equipamentos deve se basear em critérios...

Ler mais >>
Cenário está mais otimista para a construção, diz CNI

 

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que...

Ler mais >>