Cobre recua à espera por possível elevação de juros nos EUA

Cobre recua à espera por possível elevação de juros nos EUA
Londres - Os preços do cobre recuam em meio à expectativa com a reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), nos dias 15 e 16 de dezembro, que poderá elevar juros pela primeira vez em quase uma década. Os dados econômicos positivos divulgados na China no final de semana e cortes na produção anunciados na semana passada foram anulado diante da expectativa de elevação das taxas de juros básicos nos EUA, o que significa um dólar mais forte. Como o metal é negociado em dólar, cada vez que a moeda norte-americana se fortalece, a commodity fica menos atrativa aos detentores de outras moedas. No entanto, o cobre ainda pode mostrar apreciação. "Esperamos uma semana volátil devido à reunião do FOMC, mas não ficaria surpreso de ver os metais ganharem ritmo e exibir uma recuperação", disse William Adams, chefe de pesquisa da Fastmarkets, em nota. Por volta das 8h50 (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) caía 0,6%, para US$ 4.673,50 por tonelada. Na Comex, às 9h00, o cobre para março recuava 0,52%, para US$ 2,1055 por libra-peso. 

Fonte: exame

Notícias Relacionadas

Como recuperar obras com problema estrutural?

 

Os síndicos de condomínios ou proprietários de casas,...

Ler mais >>
Critérios para escolha do sistema de estruturas de concreto armado

A escolha de equipamentos deve se basear em critérios...

Ler mais >>
Cenário está mais otimista para a construção, diz CNI

 

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que...

Ler mais >>