Construção civil tem ligeira queda dos postos de trabalho em janeiro

Construção civil tem ligeira queda dos postos de trabalho em janeiro

A construção civil brasileira registrou queda de 0,1% no nível de emprego em janeiro em comparação com dezembro. Segundo pesquisa realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE), houve o fechamento de 2.886 postos de trabalho, considerando os fatores sazonais. De acordo com o presidente do SindusCon-SP, José Romeu Ferraz Neto, a redução do nível de emprego em janeiro ocorre pelo segundo ano consecutivo, mês que normalmente é de contratações na indústria da construção, depois da queda sazonal que costuma ocorrer nos meses de novembro e dezembro. Por segmento, preparação de terrenos teve a maior retração (-1,08%) em janeiro em comparação a dezembro, seguido pelo de infraestrutura (-0,90%). No acumulado do ano, contra o mesmo período do ano anterior, o segmento imobiliário apresentou a maior queda (-17,61%). A deterioração do mercado de trabalho afeta todas as regiões do Brasil, sendo que os piores resultados foram observados no Norte (-1,89%) e no Nordeste (-0,69%).

 

Estado de SP
No estado de São Paulo, em janeiro, o emprego registrou aumento de 0,76% em relação a dezembro, considerando efeitos sazonais, com 5,7 mil novas vagas. No período, o segmento obras de instalação respondeu pelo melhor desempenho (1,53%). O estoque de trabalhadores subiu de 767,8 mil em dezembro para 773,6 mil em janeiro. Em 12 meses, entre as regionais, Presidente Prudente apresentou a maior queda, de 16,13%. Na capital, que responde por 45% do total de empregos no setor, a retração no mesmo comparativo foi de 11,49%.

Fonte: Obra24horas

Notícias Relacionadas

Como recuperar obras com problema estrutural?

 

Os síndicos de condomínios ou proprietários de casas,...

Ler mais >>
Critérios para escolha do sistema de estruturas de concreto armado

A escolha de equipamentos deve se basear em critérios...

Ler mais >>
Cenário está mais otimista para a construção, diz CNI

 

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que...

Ler mais >>