Construtoras defendem reformas para mudar cultura da corrupção

Construtoras defendem reformas para mudar cultura da corrupção

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) lançou  em Brasília um guia de ética e compliance para o setor da construção civil. No evento, a instituição lançou ainda 12 propostas para que sejam fechadas brechas para corrupção. As construtoras estão no foco central das recentes denúncias da operação Lava-Jato.


Entre os pontos destacados pela CBIC estão mudanças de atuação dos entes públicos, como licitar novas obras apenas com projetos completos, retirar exigências excessivas de editais, oferecer equilíbrio entre contratantes e contratados - para prevenir subornos, por exemplo - e aumentar a transparência sobre recursos públicos.

No evento de lançamento do guia, os presentes destacaram a "cultura da corrupção", para as quais apontaram a necessidade de mudanças regulatórias como uma forma de combate e prevenção a essas práticas. Para o evento, foram convidados representantes de magistrados e do Ministério Público Federal junto ao Tribunal de Contas da União (TCU).

— Estamos fazendo nossa lição de casa. Quando surgiu a Lei Anticorrupção (12.846/2013), as pessoas não sabiam de seu alcance. A Lava-Jato surgiu a partir de ferramentas dessa lei e a iniciativa da CBIC veio nessa linha — disse José Carlos Martins, presidente da CBIC.
Fonte:  Extra

Notícias Relacionadas

Como recuperar obras com problema estrutural?

 

Os síndicos de condomínios ou proprietários de casas,...

Ler mais >>
Critérios para escolha do sistema de estruturas de concreto armado

A escolha de equipamentos deve se basear em critérios...

Ler mais >>
Cenário está mais otimista para a construção, diz CNI

 

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que...

Ler mais >>