Imóveis de 2 dormitórios lideram lançamentos e vendas em Bauru

Imóveis de 2 dormitórios lideram lançamentos e vendas em Bauru

O Estudo do Mercado Imobiliário de Bauru, elaborado pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP em parceria com a Robert Michel Zarif Assessoria Econômica, foi divulgado nesta tarde, 9/3, em coletiva de imprensa realizada na sede do Sindicato da Habitação no município. Desenvolvido para quantificar e medir o desempenho do mercado de imóveis residenciais novos em Bauru, o levantamento apontou, entre janeiro de 2013 e dezembro de 2015, um total de 5.545 unidades verticais lançadas e 3.210 vendidas. 
Em termos de lançamentos, destaque para imóveis de 2 dormitórios, que corresponderam a 66% do total. Dessa participação, 44% foram unidades econômicas de até R$ 145 mil, seguidas por unidades de 3 dormitórios (22%) e 1 dormitório (12%). 
Os imóveis de 2 dormitórios também se destacaram entre as vendas no período analisado, respondendo por 61% do total, sendo 44% de unidades econômicas com valores até R$ 145 mil. Em seguida, apareceram os imóveis de 3 dormitórios, com 21%, e 1 dormitório, com 18% do total.

Oferta final 

O volume de lançamentos em 2014 foi considerado atípico, voltando à estabilidade no período seguinte. O número significativo de imóveis novos que chegaram ao mercado nessa fase justificou o crescimento de 18% na oferta final entre 2014 e 2015, que passou de 1.983 para 2.335 unidades. "Em 2014, Bauru registrou um recorde de lançamentos. Então, é natural termos um estoque maior no período seguinte. No ano passado, houve uma acomodação e a quantidade de novas unidades no mercado voltou ao padrão. Apesar do aumento do percentual, os números absolutos são saudáveis e eram esperados. Importante ressaltar, também, a queda de 14% na oferta final de imóveis de 3 dormitórios, o que demonstra interesse crescente do consumidor por esse segmento", avalia Riad Elia Said, diretor Regional do Secovi em Bauru. 

Preço médio

Nos 36 meses do estudo, o valor médio do metro quadrado para imóveis de 1 dormitório foi de R$4,859 mil; R$ 3,1 mil para os de 1 dormitório econômico; R$ 4,735 mil para os 2 dormitórios; R$ 3,03 mil para os de 2 dormitórios econômico; e R$ 5,260 para os de 3 dormitórios. Em termos de evolução nominal do preço médio por m², o levantamento aponta uma acomodação de valores em todos os segmentos. "Existe um ajuste de preços em todos os segmentos, sem quedas substanciais nem altas relevantes. Os valores estão equilibrados", afirma Bruno Pegorin, diretor de Economia e Estatística do Sindicato da Habitação em Bauru. 

Fonte: obra24horas

Notícias Relacionadas

Como recuperar obras com problema estrutural?

 

Os síndicos de condomínios ou proprietários de casas,...

Ler mais >>
Critérios para escolha do sistema de estruturas de concreto armado

A escolha de equipamentos deve se basear em critérios...

Ler mais >>
Cenário está mais otimista para a construção, diz CNI

 

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que...

Ler mais >>