O mesmo projeto, mas de cara nova

O mesmo projeto, mas de cara nova

A casa é um elemento vivo, que está sempre em transformação. Esse pensamento é o ponto de partida para clientes que buscam sempre inovar e modernizar seus lares. Com o intuito de manter o espaço sempre de cara nova e atento às tendências atuais, profissionais do décor são procurados para remodelarem projetos, feitos anteriormente por eles, mas que já estão com alguns anos de vida.
A designer de interiores Iara Santos, por exemplo, foi procurada  recentemente por antigos clientes que necessitavam dar uma repaginada em seu apartamento localizado em Nova Lima, cujo primeiro projeto havia sido feito por ela mesma, há quatro anos.
“O ponto de partida para a modernização do apartamento foi a solicitação dos clientes para a retirada da sauna que havia na varanda. A sauna era inutilizada, nunca fui usada. Então, quebramos a parede da mesma e aumentamos a sala de jantar”, explica Iara Santos.
A sauna já estava na planta do apartamento quando foi entregue aos clientes, que acreditavam que iriam usá-la. Porém, com o passar do tempo e a constatação de que ela não teria funcionalidade, tomaram a decisão de retirá-la do projeto. Com a parceria de uma engenheira, a designer de interiores quebrou toda a sauna, eliminando-a do apartamento e abrindo espaço para aumentar a sala de jantar, dando mais conforto para os moradores.
Além desta alteração estrutural, Iara trocou todos os revestimentos do apartamento a fim de modernizá-lo e deixá-lo com um aspecto mais atual. Um exemplo disso foi a pastilha vermelha do espaço gourmet que foi substituída por pastilhas de mármore crema marfil. Outros pontos trabalhados no projeto foram a adega que se tornou um elemento de destaque no layout, o balcão da varanda que foi substituído por uma ilha, a mudança na iluminação e a inserção de uma grande mesa na varanda.
“A varanda geralmente não tem aquele tipo de mesa, pois é uma mesa de jantar, porém eles a quiseram, pois gostam de tomar o café da manhã ali todos os dias. Então, aquela mesa com as cadeiras era um conforto que eles necessitavam”, conta.
No quarto da filha do casal, Iara Santos fez algumas modificações que modernizaram o ambiente, como a troca do papel de parede por plotagem e algumas inserções de cores. Afinal, no primeiro projeto a garota era uma criança e, agora, já é uma moça.
De acordo com Iara, o tempo médio para realizar uma revitalização de um apartamento é de dez anos. Neste caso, a reforma se deu em apenas quatro anos por ser uma situação especial. “Quatro anos é pouco tempo. Mas a sauna os incomodava muito. Pode-se notar que, no geral, a essência do primeiro projeto é a mesma. O mobiliário praticamente continuou, fiz mudanças pequenas e modernizei no espaço”, encerra a designer.

Fonte: obra24horas

Notícias Relacionadas

Como recuperar obras com problema estrutural?

 

Os síndicos de condomínios ou proprietários de casas,...

Ler mais >>
Critérios para escolha do sistema de estruturas de concreto armado

A escolha de equipamentos deve se basear em critérios...

Ler mais >>
Cenário está mais otimista para a construção, diz CNI

 

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que...

Ler mais >>