Principais soluções para drenagem urbana e rodoviária serão destaque em São Paulo

Principais soluções para drenagem urbana e rodoviária serão destaque em São Paulo

Depois de um ano com baixo índice de chuvas, principalmente na região sudeste do Brasil, 2016 já mostrou que a seca é assunto do passado. O excesso de água que vem dos céus causa alagamentos em ruas e também aumentam o risco de problemas como a aquaplanagem em rodovias. Daí a importância de os gestores de vias e rodovias terem contato com o que há de mais moderno em soluções para drenagem urbana e de rodovias. As principais tecnologias para esse segmento estarão em exposição e serão discutidas na 6ª Brazil Road Expo, a principal feira de infraestrutura viária e rodoviária, que será realizada de 29 a 31 de março, no São Paulo Expo, na capital paulista.

Segundo Sergio Jardim, diretor da BRE, o evento é o palco ideal para a discussão do futuro deste, que é um importante setor para o desenvolvimento do país. “Durante  três dias, profissionais e especialistas vão conhecer e debater sobre novidades do segmento. O evento reúne o que há de mais atual em tecnologias e soluções, a fim de atender às necessidades dos que buscam informações sobre construção e infraestrutura de vias e rodovias”, comenta o executivo.

Destaque no Programa de Conteúdo do evento, o tema Drenagem Urbana e Rodoviária terá um seminário específico para discutir as tendências do setor. Entre os especialistas que comandarão as discussões sobre o assunto estará Marcos Jabor, consultor de Hidrologia e Drenagem da Campos Jabor Engenharia. Na palestra “Critérios/cuidados a serem considerados para um projeto de drenagem em uma rodovia concessionada a ser duplicada”, o engenheiro pretende mostrar aos profissionais da área que o fator mais importante a ser considerado para a elaboração dos estudos em um projeto de drenagem é a observação e informação do funcionamento dos dispositivos, ou seja, verificação de campo. 

“Uma rodovia que foi concessionada, e que deverá ser duplicada, já possui todo o seu sistema de drenagem implantado. Isto nos permite, através dos estudos e principalmente das observações e informações de campo, indicar ou projetar somente o que se faz realmente necessário”, explica Jabor. O engenheiro ainda ressalta que o tempo e as chuvas mostram quais os dispositivos de drenagem estão funcionando a contento e quais os que apresentam alguma deficiência e que serão necessários modificar ou complementar. Mostram também quais os locais onde será necessária a instalação de novos dispositivos.

O engenheiro do DAAE (Departamento de Águas e Energia Elétrica do Governo de São Paulo) e professor da Fatec na área de Engenharia Sanitária, José Augusto Rocha Mendes, participará pelo painel “Aspectos institucionais em drenagem urbana e rodoviária”. Em sua apresentação, Mendes abordará os aspectos legais e conceituais do sistema de gestão, com destaque para os procedimentos de outorga para implantação e interferência em recursos hídricos, tanto sob os aspectos legais e normativos, como também apresentar os procedimentos e boas práticas aos empreendedores de obras viárias e de drenagem. “A gestão dos recursos hídricos vem assumindo papel preponderante para a sociedade. Conhecer os instrumentos de gestão, em especial aqueles relacionados com os procedimentos de outorga de direito de uso e interferência em corpos hídricos, permite aos empreendedores um melhor desempenho, tanto na fase de licenciamento quanto nas fases de implantação e operação dos empreendimentos”, explica o engenheiro. 

Também presente no Seminário, Pedro Luiz de Castro Algodoal, superintendente de Projetos Viários da SIURB – Prefeitura de São Paulo é um dos convidados do painel “Manutenção de sistemas de drenagem urbana” e irá apresentar exemplos práticos de obras de controle de cheias planejados dentro de uma visão mais atual e abrangente territorialmente das bacias. O seminário de Drenagem Urbana e Rodoviária terá ainda palestras sobre “Drenagem subterrânea e materiais geossintéticos” e “Cobertura vegetal nas faixas de domínio: drenagem e controle de erosão”.

A Brazil Road Expo também reunirá 200 marcas expositoras, que irão expor equipamentos e produtos para construção e manutenção de vias e rodovias; pontes, viadutos e túneis; pavimentação em asfalto e concreto; tecnologias para drenagem, contenção de encostas, além de soluções em segurança, sinalização e gestão. 

A Tigre ADS, uma das maiores empresas provedoras de soluções para o setor da construção na América do Sul, estará na BRE 2016. A fabricante de tubos corrugados apresentará seu principal produto para drenagem pluvial, que substituiu muitos materiais da indústria para sistemas de drenagem, saneamento, águas pluviais e manejo de fluidos à base de água em geral. Além dos tubos, a Tigre ADS também vai apresentar unidades de qualidade de água e sistemas de retenção e detenção. A Noremat, patrocinadora ouro da BRE, apresentará soluções para a manutenção dos acostamentos de estradas, manutenção paisagística e valorização de resíduos verdes.

Serviço - Brazil Road Expo 2016 – 6ª edição
Data: 29 a 31 de março de 2016
Horário da Exposição: 12h às 20h
Horário Congresso: 10h às 18h
Local: São Paulo Expo (Antigo Centro de Exposições Imigrantes)
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5, São Paulo

Fonte: obra24horas

Notícias Relacionadas

Como recuperar obras com problema estrutural?

 

Os síndicos de condomínios ou proprietários de casas,...

Ler mais >>
Critérios para escolha do sistema de estruturas de concreto armado

A escolha de equipamentos deve se basear em critérios...

Ler mais >>
Cenário está mais otimista para a construção, diz CNI

 

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que...

Ler mais >>