Venda de imóveis na planta volta à cena do mercado imobiliário

Venda de imóveis na planta volta à cena do mercado imobiliário

Depois de um período em que as construtoras trabalharam para a venda de apartamentos prontos para morar, o setor imobiliário volta a apostar em lançamentos de empreendimentos de nicho, voltados para o morador final, ou seja, imóveis na planta.

Para o diretor de incorporações da Swell Construções, Leonardo Pissetti, apesar do atual momento econômico, as pessoas continuam casando, tendo filhos, e precisam de um imóvel para comportar essa nova configuração de família. Seguindo essa tendência, a incorporadora curitibana lançou o BonneVie Home & Living, condomínio de apartamentos em rua sem saída no Portão, em Curitiba. As obras estão em andamento e a entrega está prevista para o primeiro trimestre de 2018.

A compra de um imóvel na planta apresenta algumas vantagens, já que se trata de uma compra programada. Uma delas é a valorização patrimonial ao longo do período de obra que, historicamente, pode variar entre 20% e 30%. Pissetti lembra que a transação permite flexibilidade no pagamento, já que ele é dividido em duas etapas. Uma delas, chamada de poupança, consiste no pagamento parcelado de um porcentual do valor total do imóvel durante o período de construção, que dura em média 30 meses. Quando emitido o Habite-se, que atesta a entrega do imóvel, o comprador financia o saldo restante direto com o banco.

7 passos para compra segura de imóvel na planta

1 - Exija o memorial descritivo: com ele em mãos, você vai saber tudo sobre os itens reais de entrega.

2 - esconto não é tudo: compare e veja quem oferece mais benefícios de médio e longo prazo.

3 - Olho na marca: prefira fazer negócio com empresas que têm seus empreendimentos entregues dentro do prazo.

4 - A construtora tem que ser de confiança: escolha uma empresa com tradição, solidez e reconhecimento pelas obras que faz.

5 - Atenção à localização: o melhor investimento é em imóveis bem localizados e em área valorizadas na cidade.

6 - Empresa certificada é melhor de fazer negócio: certificação é garantia de qualidade e procedimentos bem definidos.

7 - Verifique o histórico da empresa no mercado: pesquise os órgãos de proteção ao consumidor e certifique-se de que a empresa não tem histórico de reclamações.
 

Fonte: obra24horas

Notícias Relacionadas

Como recuperar obras com problema estrutural?

 

Os síndicos de condomínios ou proprietários de casas,...

Ler mais >>
Critérios para escolha do sistema de estruturas de concreto armado

A escolha de equipamentos deve se basear em critérios...

Ler mais >>
Cenário está mais otimista para a construção, diz CNI

 

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que...

Ler mais >>