Como recuperar obras com problema estrutural?

Como recuperar obras com problema estrutural?

 

Os síndicos de condomínios ou proprietários de casas, edifícios e fábricas procuram ser eficientes e econômicos na manutenção das suas edificações. 

Um belo dia se depara com problemas estruturais em lajes, vigas, pilares ou coberturas através de processo de corrosão do aço, e/ou, da carbonatação do concreto e ai começa o problema: Sempre aparece alguém leigo, às vezes até profissionais da engenharia mas sem especialidade no assunto, e aponta soluções simples para problemas que não são tão simples como parecem.

Geralmente o responsável pela edificação procura um construtor de sua confiança ou de alguém conhecido. “É para fazer o serviço da recuperação da estrutura danificada rapidamente” e ai começa o grande erro que poderá reduzir a vida útil da edificação ou mesmo provocar um colapso estrutural. 

Outro erro grotesco que se comete é procurar a mesma empresa que construiu o prédio para fazer as correções, por razões obvias. É bom ter uma opinião técnica de um especialista independente, mesmo que a recuperação possa ser feita pelo mesmo construtor da obra ou por qualquer outra construtora. 

Na realidade as fissuras (rachaduras) ou deformações excessivas (lombadas) que enxergamos constituem apenas os efeitos do problema e por traz destes, estão as causas que provocaram o problema. 

Às vezes a tentativa da remoção do concreto e a substituição das armaduras simplesmente podem provocar problemas com maiores gravidades, no futuro ou no presente, inclusive com o desmoronamento da estrutura. 

Devemos relembrar que o termo “recuperação estrutural” aplicado em uma estrutura, geralmente é motivado por processo de corrosão em suas armaduras, cujo conserto deverá ser feito nos sentidos físicos e químicos, sempre se considerando que se trata de um processo que é uma série de fenômenos sucessivos com nexo de causa e efeito, identificados através de um Lauto Técnico Específico. 

A elaboração de um Laudo Técnico Estrutural deve ser o primeiro passo para a recuperação de qualquer estrutura, seja em concreto armado ou mesmo em estruturas metálicas, devendo fornecer claramente ascausas do problema e expor de forma explícita as suas soluções incluindo uma previsão dos custos financeiros da obra da recuperação da estrutura. 

Qualquer solução milagrosa baseando-se no “olhômetro” e na ganância de ganhar dinheiro a qualquer custo é pura irresponsabilidade do profissional, e ao invés de tentar resolver um problema poderá criar outro ainda maior. A patologia estrutural é semelhante ao conceito biológico. Se a doença for tratada eficientemente nas suas causas, o doente se recuperará. Caso contrário haverá uma maquiagem da patologia, podendo levar o paciente até a morte. 

Na maioria das vezes a sua estrutura terá uma chance de ser recuperada desde que o processo seja conduzido por um especialista. 

Fonte: Fórum da construção

Notícias Relacionadas

Critérios para escolha do sistema de estruturas de concreto armado

A escolha de equipamentos deve se basear em critérios...

Ler mais >>
Cenário está mais otimista para a construção, diz CNI

 

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que...

Ler mais >>
INVESTIGAÇÃO DO SUBSOLO NÃO É CUSTO, MAS INVESTIMENTO

Investigações sinalizam a capacidade geotécnica para obras

...
Ler mais >>